A consulta

Como aproveitar melhor o tempo da consulta médica

 atualizado em 04/07/2010

Durante uma consulta médica é freqüente que os pacientes ou o próprio médico desviem do assunto em questão e discutam pontos não tão importantes para o esclarecimento da doença.

Por isso preparamos algumas orientações para que você, paciente, possa aproveitar melhor o tempo de sua consulta.

 

O que é uma consulta médica?
Consultar um médico significa submeter-se a uma anamnese e exame físico com o propósito de promover a saúde. Mas o que é anamnese? (do grego aná = trazer de novo e mnesis = memória). É a parte mais importante, a mais difícil e a que envolve a experiência e o conhecimento da medicina. É o núcleo da relação médico-paciente onde se apoia a parte principal do trabalho médico, além de preservar o lado humano da medicina. É através dela que se forma o correto plano diagnóstico e terapêutico. É o resultado de uma entrevista  profissionalemte direcionada e muitas vezes por sí só capaz de realizar o diagnóstico. Portanto essa "conversa", agora denominada anamnese, é a parte mais importante da consulta médica. O exame físico realizado muitas vezes completará e confirmará, ou não, suspeitas levantadas durante a anamnese.
Agora que se conhece o que é, e a importância da consulta médica, veja algumas dicas para melhor aproveitá-la.

Horário
Seja o mais assíduo possível e tenha paciência com a secretária - ela está resolvendo problemas dos pacientes...certamente resolverá o seu. Tenha paciência com seu médico.  A maioria das vezes que ele atrasa é por motivos dos seus pacientes. Uma consulta mais demorada significa um paciente mais difícil que exigiu mais atenção. Urgências e encaixes são frequentes...pois dor e desconforto não tem hora. Uma hora pode ser você ou um parente que necessitará ser encaixado. Um médico muito solicitado geralmente é um bom médico. Vale a pena esperar. Leve um livro, uma revista ou um mp3 e relaxe. Logo será sua vez. Chegar nervoso e permanecer impaciente no consultório poderá atrapalhar a sua consulta e a dos outros.

Acompanhantes
O acompanhante só é necessário se puder ajudar e dar informações úteis sobre o paciente. Caso contrário, pode haver até um certo constrangimento na presença de acompanhantes não familiarizados com o problema, alem de atrapalhar. É importante ter bom senso. Na sala de consulta deve permanecer o minimo de acompanhantes possível.   Geralmente o doente e um acompanhente é o suficiente. Quando criança, no máximo os  pais.

Cronologia
Procure fazer um resumo do seu problema antes da consulta. Coloque os fatos em ordem cronológica, do início do quadro até o dia da consulta. Se possível escreva, para não esquecer. Geralmente ajuda.

Medicação
Anote todos os medicamentos que você toma habitualmente ou tomou durante o período em que esteve adoentado, mesmo se aparentemente não tenham relação com o quadro. Se possível, leve as receitas destes medicamentos ou as caixas dos medicamentos. Comentar que tomou um remédio que te fez mal e não se lembra do nome com certeza não trará nenhum benefício.


Exames
Não esqueça de levar todos os exames relacionados à sua doença atual.  Os exames geralmente trazem informações importantes. Sempre guarde seus exames com cautela e em ordem, mesmo que sejam normais.

Dúvidas
Esclareça todas as suas dúvidas na consulta. Guarde e siga a receita médica com rigor.  Anote a data do retorno se essa for orientada, e se houver dúvidas durante o tratamento pode-se aguardar até o retorno ou, se julgar mais importante, pode-se ligar no consultório médico ou mesmo corresponder via email. Nunca adote condutas por conta própria.

Lembre-se
O resultado do tratamento depende de você, de suas informações, de sua dedicação em seguir o tratamento e obedecer as recomendações médicas.

Você conhece o Dr House? 
Veja esta pesquisa realizada
pela Faculdde de Medicina de São Paulo